Popularidade do Hamas aumenta após guerra de Israel em Gaza

REUTERS

GAZA - A popularidade do Hamas entre os palestinos aumentou nitidamente desde a guerra de três semanas lançada por Israel, em janeiro, que devastou a Faixa de Gaza, governada pelo grupo islâmico, revelou uma pesquisa de opinião divulgada nesta segunda-feira.

Se uma eleição fosse realizada hoje, o líder do Hamas, Ismail Haniyeh, derrotaria Mahmoud Abbas, o presidente palestino e líder da Fatah, que defende um acordo de paz com Israel e tem o apoio do Ocidente.

A pesquisa feita com 1.270 pessoas pelo Centro Palestino de Política e Pesquisas foi conduzida entre 5 e 7 de março na Cisjordânia e na Faixa de Gaza, enquanto as facções palestinas tentam chegar a um acordo sobre um governo de união com mediação egípcia.

Visto pelas potências ocidentais como organização terrorista, o Hamas venceu uma eleição parlamentar palestina em 2006 e no ano seguinte, depois de enfrentar a Fatah, assumiu o controle da Faixa de Gaza.

A guerra de janeiro, que Israel lançou com o objetivo declarado de pôr fim ao disparo de foguetes por militantes do Hamas contra território israelense, destruiu 5.000 casas e deixou em ruínas boa parte da infraestrutura governamental e econômica da Faixa de Gaza.