Sinn Féin condena atentado na Irlanda do Norte

JB Online

JB ONLINE - O Sinn Féin, braço político do já inativo Exército Republicano Irlandês (IRA), condenou o atentado da noite do sábado em uma base militar da província, e afirmou que os responsáveis do ataque "não têm nem apoio nem estratégia para conseguir a unificação da Irlanda".

O presidente do partido, Gerry Adams, qualificou o "tiroteio" como uma agressão contra o "processo de paz".

Segundo ele, a ação terrorista, que provocou na noite passada a morte de dois soldados e deixou quatro feridos, é "equivocada e contraproducente" para os objetivos históricos da comunidade republicana na ilha da Irlanda.

- Querem destruir os progressos dos últimos anos e afundar a Irlanda em um novo conflito - afirmou Adams, que pediu aos cidadãos que cooperem com as investigações da Polícia norte-irlandesa (PSNI), se tiverem informações a respeito.