Negociador israelense é demitido por Olmert

Agência AFP

JERUSALÉM - O negociador israelense com o Egito, Amos Gilad, foi destituído do cargo pelo primeiro-ministro Ehud Olmert, depois de ter criticado a estratégia do governo para uma trégua com o Hamas.

Segundo a imprensa local, Gilad criticou a decisão de condicionar qualquer acordo de cessar-fogo com o Hamas à prévia libertação de um soldado isrelense.

Gilad afirmou que essas condições eram um insulto ao Egito, principal mediador entre Israel e o Hamas.