Líder da Al Qaeda pede que Hamas não aceite trégua com israel

REUTERS

GAZA - O segundo homem do comando da Al Qaeda pediu para o Hamas na Faixa de Gaza não sucumbir às pressões árabes para uma trégua com Israel e prometeu apoiar a luta contra o Estado Judeu.

Através de um vídeo publicado na internet nesta segunda-feira, o líder também convidou mulçumanos no Iêmen, Afeganistão e Somália para avançar na luta contra os 'cruzados' (um termo usado por radicais para se referir ao Ocidente) e seus agentes.

- Os aliados árabes de Israel estão tentando impor uma trégua sobre o povo de Gaza com a intenção de parar o seu jihad. Eu digo para os nossos irmãos e companheiros em Gaza que o jihad para libertar os palestinos e toda a terra islâmica não deve parar - disse Ayman al-Zawahri.

O Egito vem negociando um acordo de trégua entre o Hamas, que controla Gaza, e Israel após um ofensiva israelense no final de dezembro na região. Cerca de 1.300 palestinos morreram no conflito.

- Eu reafirmo para nossos irmãos em Gaza e em todo lugar que o mujahideen contra os cruzados em várias regiões de combate estão à disposição de seus irmãos em Gaza e em todo lugar treinando e preparando -disse Zawahri.