Manifestantes pedem legalização da prisão perpétua na Espanha

Agência AFP

MADRI - Milhares de pessoas participaram de uma manifestação pelas ruas de Madri neste sábado, pedindo um referendo que permita a prisão perpétua do assassino de uma adolescente de 17 anos, crime que mobilizou a Espanha nos últimos dias.

"Todos somos Marta. Endurecimento de condenações. Referendo pela prisão perpétua" era a mensagem estampada em uma das faixas que encabeçava a manifestação, na qual muitos usavam uma camisa branca com a foto da adolescente.

Segundo a polícia, cerca de 5 mil pessoas teriam participado do protesto, organizado pelos pais de Marta del Castillo, que desapareceu no dia 24 de janeiro, em Sevilha. O corpo da jovem foi encontrado no princípio desta semana, depois que o seu namorado confessou o assassinato.

A lei espanhola só permite a pena máxima de 40 anos. Milhares de pessoas já haviam participado de protestos nas últimas três semanas, pelo endurecimento das penas.