Conselheiro de Obama pede conciliação no Congresso sobre pacote

Mark Felsenthal, REUTERS

WASHINGTON - O mais importante conselheiro econômico do presidente norte-americano Barack Obama, Larry Summers, pediu que os parlamentares norte-americanos apressassem uma conciliação sobre as versões da Câmara dos Deputados e do Senado para o pacote de estímulo econômico que pode chegar a 900 bilhões de dólares.

"Existem certamente boas ideias em ambas as versões e nós vamos ter que utilizá-las como base para criar um instrumento final", disse Summers em uma entrevista divulgada pela emissora de televisão ABC no programa "This Week".

"Mas o mais importante é que aquelas pessoas se reúnam e criem entre 3 e 4 milhões de empregos. Existe consenso sobre 90 por cento das propostas. Nós teremos que chegar a um acordo sobre os 10 por cento restantes", disse.