Festa ultrapassa fronteira dos EUA e ganha o mundo

Jornal do Brasil

RIO - O clima de festa e esperança extrapolou as fronteiras dos Estados Unidos e contagiou o mundo. A cerimônia de posse foi transmitida ao vivo em vários sites na internet, como na versão on-line do jornal New York Times. Em tempo real, o site oficial da Casa Branca também foi atualizado. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviou uma carta de felicitações a Barack Obama e o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, enviou outra para Hillary Clinton. Do outro lado do Oceano Atlântico, na aldeia de Kogelo, no Quênia, onde nasceu o pai de Obama, a posse foi festejada.

Mais de 2 mil pessoas se reuniram para celebrar a posse do primeiro presidente negro da América.

Vestidos com as melhores roupas, quenianos de diferentes partes da região do Lago Vitória foram a Kogelo acompanhar o evento, que foi transmitido em um telão. Habitualmente tranqüila, a aldeia, rebatizada pelos moradores como a capital local do mundo , vai comemorar a posse de Obama por quatro dias.

Sou de Kogelo e é um dia de festa. Isto representa uma grande oportunidade para nós porque virão mais investimentos. Graças a ele temos eletricidade e água comemorou Faith Achieng, de 20 anos.

Ainda no Quênia, milhares de pessoas se reuniram no gramado da Universidade de Nairóbi para assistir à cerimônia de posse.

Nelson Mandela, líder sul-africano que lutou contra o racismo, definiu Obama como a nova voz da esperança para o mundo. Em uma carta enviada ao novo presidente antes da posse, Mandela confessou estar animado e orgulhoso devido aos laços de Obama com a África.

Hoje, de alguma forma, lembramos o entusiasmo e animação em nosso próprio país no momento da nossa transição para a democracia escreveu Mandela. As pessoas, não apenas em nosso país mas ao redor do mundo, foram inspiradas a acreditar que a injustiça pode ser superada.

Na cidade de Obama, no Japão, os sinos das igrejas soaram, as pessoas soltaram fogos de artifício e dançaram em homenagem ao presidente homônimo.

Para a União Européia, a vitória de Obama representa o início de uma boa parceria para lutar contra a crise financeira mundial e o Oriente Médio.

União Européia e EUA compartilham valores, um compromisso com a democracia, os direitos humanos e o estado de direito assinalou o presidente do Parlamento Europeu, Hans Gert Pöttering.

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, disse esperar que Obama possa mudar o mundo com ele .

Já no Irã, o ministro de Assuntos Exteriores, Manouchehr Mottaki, pediu ao novo presidente dos Estados Unidos que abandonasse a política adotada pelo antecessor, George Bush.

Obama tem duas opções: ou seguir as mesmas políticas de Bush, embora mudando o discurso, ou se dedicar aos interesses nacionais do povo americano e agir com franqueza afirmou Mottaki.

Na América Latina, a presidente do Chile, Michelle Bachelet, discursou, durante cerimônia no palácio La Moneda, que Obama desperta a esperança no mundo, em um momento muito difícil da história dos Estados Unidos '. O conteúdo das cartas dos políticos brasileiros só será divulgado nesta quarta.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais