Em discurso, Obama emociona e fala sobre Iraque e crise econômica

JB Online

RIO - Em seu primeiro discurso como presidente, Barack Obama falou sobre a situação no Iraque e também no Afeganistão. Nós vamos deixar o Iraque com responsabilidade , afirmou ele. Obama lembrou ainda que os EUA são "uma nação de cristãos, muçulmanos, judeus, hindus e ateus .

- Para a nação muçulmana, temos um novo caminho adiante, baseado em interesse mútuo e respeito mútuo - afirmou ele. - Para os líderes espalhados pelo mundo (& ), saiba que as pessoas vão julgar pelo que você pode construir e não pelo que pode destruir - disse o presidente , que prometeu dar as mãos a todos que quiserem.

- Entendemos que grandeza nunca é dada, deve ser conquistada. Continuamos a maior nação do mundo. A partir de hoje, devemos nos levantar, tirar a poeira - disse Obama sobre a crise.

- A pergunta que devemos fazer hoje não é se nosso governo é muito pequeno ou muito grande, mas se pode trabalhar. Neste dia, nos unimos porque escolhemos esperança em vez de medo, unidade em vez de conflito e discórdia - continuou.

- Vamos marcar esse dia em nossas memórias com quem somos e quão longe viajamos. Deus abençoe os Estados Unidos da América - disse Obama, ao encerrar seu primeiro discurso como presidente americano.

Após o discurso, a poetisa Elizabeth Alexander leu um poema especialmente criado para a posse do primeiro presidente negro dos Estados Unidos.

Esta é a apenas a quarta vez na história do país que se pede a um poeta para escrever algo para a cerimônia de posse presidencial, e esta encomenda extraordinária coloca em destaque a própria poesia como gênero literário.

Com informações do Portal Terra e Agências

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais