Cardeal português alerta contra casamento com mulçulmanos

REUTERS

LISBOA - O cardeal de Portugal José Pilicarpo alertou as moças da nação predominantemente católica contra o casamento com mulçumanos.

-O conselho que eu dou para as jovens portuguesas é que sejam cuidadosas nos relacionamentos, pensem duas vezes antes de se casarem com mulçumanos-, disse o patriarca de Lisboa.

-Isso acarreta inúmeros problemas, que nem Alá saberá onde vai terminar.-

Policarpo fez seu discurso em um encontro na noite de terça-feira. Suas declarações foram repetidas por algumas emissoras de televisão na quarta-feira.

Portugal abriga cerca de 40 mil mulçumanos e já foi governada por mulçumanos da África do Norte, a exemplo da vizinha Espanha. Pedidos para que a comunidade islâmica de Lisboa comente as declarações ficaram sem resposta.

O Vaticano desaconselha mulheres católicas a se casarem com mulçumanos e Policarpo repetiu essa posição.

-Eu sei que se uma jovem européia de costumes cristãos se casar com um mulçumano, assim que eles forem para o país dele, elas estarão sujeitas ao regime de mulheres mulçumanas-, disse Policarpo. "Imaginem isso".

Líder cardeal que participou da eleição do papa Bento 16 em 2005, Policarpo também disse que o diálogo com mulçumanos em Portugal também não é fácil.

-Só é possível dialogar com aqueles que querem conversar, com os nossos irmãos mulçumanos por exemplo o diálogo é muito difícil-, disse ele.