UE pede a Israel e Hamas que suspendam ataques

REUTERS

BRUXELAS - O Executivo da União Européia instou nesta terça-feira Israel e o Hamas a suspender todos os ataques que estão atingindo civis e que deixem a ajuda humanitária chegar à Faixa de Gaza.

A Comissão Européia divulgou um comunicado poucas horas antes do início de uma reunião de emergência de ministros de Relações Exteriores do bloco, em Paris, para discutir o conflito no Oriente Médio.

- A Comissão pede a suspensão imediata de hostilidades militares que estão causando um forte impacto sobre a população civil em Gaza. Também faz um apelo firme para que suspendam os ataques com foguetes a alvos civis israelenses - disse.

O comunicado cita ainda a 'situação dramática' em hospitais de Gaza e pede acesso a suprimento de bens essenciais para ajuda humanitária.

Israel rejeitou nesta terça-feira, quarto dia da ofensiva aérea que deixou quase 350 mortos, qualquer trégua com o Hamas na Faixa de Gaza até que não cessem os disparos de foguetes.

Muitos dos 27 governos integrantes da UE já pediram o fim das hostilidades em Gaza, e alguns condenaram os ataques de Israel.