Obama diz que governador do Illinois não deveria nomear substituto

Agência AFP

CHICAGO - O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta terça-feira que o governador do Illinois, Rod Blagojevich, acusado de corrupção, não deveria nomear seu substituto no Senado americano.

Nos Estados Unidos, cabe ao governador do estado apontar o substituto de um senador que renuncia ao cargo, como fez Obama para assumir a presidência. Blagojevich, no entanto, é acusado de tentar negociar a vaga deixada pelo presidente eleito em troca de dinheiro, como apontam ligações telefônicas grampeadas pelo FBI.

O ex-ministro da Justiça do Illinois Ronald Burris, que foi o escolhido do governador, - é um bom homem e um bom funcionário público, mas os democratas no Senado deixaram claro há semanas que não aceitariam a nomeação do governador, que é acusado de tentar vender a cadeira no Senado - indicou Obama em um comunicado.

- Estou de acordo com esta decisão, e é muito decepcionante que o governador Blagojevich tenha decidido ignorá-la - acrescentou.

Obama disse ainda que - a melhor solução seria que o governador renunciasse a seu cargo e permitisse que um processo apropriado e legal para a sucessão se desenvolva.