Gaza: número de mortos sobe para 360, Israel rejeita cessar-fogo

JB Online

JERUSALÉM - O número de mortos no confronto entre Palestina e Israel subiu para 360 e o de feridos já chega a 1.700, depois de ataques aéreos israelenses, de acordo com dados do Ministério da Saúde da região. Israel rejeitou nesta terça-feira qualquer trégua com o Hamas na Faixa de Gaza até que seja extinta a ameaça de foguetes provenientes dos territórios palestinos e se declarou pronto para combater os militantes islâmicos durante 'semanas'.

- Não há lugar para um cessar-fogo. O governo está determinado a remover a ameaça de fogo (de foguete) no sul. O Exército de Israel não deve suspender a operação antes de acabar com o propósito dos palestinos, do Hamas, de continuar mandando fogo contra Israel. Esse é o objetivo e deve ser atingido - disse o ministro do Interior israelense, Meir Sheetrit, à Rádio Israel.

A ofensiva aérea contra Gaza entrou no quarto dia, com 345 palestinos mortos. Quatro israelenses morreram vítimas de foguetes lançados de Gaza.

Com agências internacionais