Funerais agilizados em Israel por ameaça de ataques palestinos

Agência AFP

JERUSALÉM - Os funerais em Israel estão sendo organizados sem orações fúnebres devido aos riscos de disparos de foguetes palestinos a partir da Faixa de Gaza, indicou nesta terça-feira o jornal Yediot Aharonot.

- Tivemos que tomar medidas devido à situação de insegurança, e uma delas foi cancelar as orações - declarou Elie Ifrah, diretor do cemitério de Ashkelon.

A cidade de Ashkelon, no litoral mediterrâneo e situada a 13 km ao norte da Faixa de Gaza, é alvo dos foguetes palestinos de longo alcance desde o início da ofensiva israelense.

O grande rabino de Ashkelon, Yossef Ha¯m Bloy, publicou, além disso, um decreto religioso que proibe no momento as visitas das famílias aos túmulos de seus entes queridos.

- Ir hoje ao cermitério é colocar sua vida em perigo - alertou o rabino.