União Africana suspende Guiné por golpe de Estado

Agência AFP

ADDIS ABEBA - O Conselho de Paz e Segurança (CPS) da União Africana (UA) suspendeu nesta segunda-feira a Guiné das atividades da organização continental depois do golpe de Estado da junta militar de semana passada em Conacri.

- A União Africana decide suspender a participação da Guiné das atividades da UA até o retorno da ordem constitucional naquele país - afirma a organização em um comunicado.

O capitão Mussa Dadis Camara e outros aliados militares tomaram o poder na Guiné depois da morte do general-presidente Lansana Conté, que passou 24 anos no poder, semana passada. O golpe foi condenado pela comunidade internacional.