Washington responsabiliza Hamas por violência em Gaza

Agência AFP

WASHINGTON - O governo dos Estados Unidos "condena fortemente" os ataques do Hamas a Israel e "responsabiliza o Hamas por romper o cessar-fogo", declarou a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, em nota divulgada neste sábado.

- Os Estados Unidos condenam fortemente os repetidos ataques com foguetes e morteiros contra Israel e responsabilizam o Hamas por romper o cessar-fogo e pela nova violência em Gaza - disse Rice, em um comunicado.

- O cessar-fogo deve ser restabelecido imediatamente - destacou a chefe da diplomacia americana.

O Departamento de Estado anulou e substituiu uma versão anterior do comunicado, um pouco diferente, expressando, desta vez, a preocupação de Washington com a violência e pedindo a "proteção das vidas inocentes".

A nota acrescenta que a trégua de seis meses, que expirou em 19 de dezembro e que o Hamas já anunciou que não será renovada, "deve ser restabelecida imediatamente e ser respeitada por completo".

- Os Estados Unidos pedem a todas as partes que respondam às necessidades humanitárias urgentes da população inocente de Gaza - concluiu Rice.

O presidente George W. Bush, que passa as festas de fim de ano em seu rancho no Texas, conversou hoje por telefone com Rice sobre os ataques de Israel.

De manhã, Bush já havia discutido o assunto com seu conselheiro de Segurança Nacional, Steve Hadley, por videoconferência.