Líderes do Golfo discutem situação em Gaza

REUTERS

MASCATE - Os líderes do Golfo vão manter a união monetária da região na pauta de discussões da reunião de cúpula desta semana, mas o assunto agora dividirá as atenções com os ataques aéreos israelenses contra Gaza.

- O tema de Gaza vai se impor por si mesmo na agenda. Os acontecimentos terão o espaço merecido nas nossas discussões - disse o ministro da Informação de Omã, Hamad al-Rashdi.

Mais de 280 palestinos foram mortos em 24 horas em ataques israelenses contra o Hamas. O líder do Conselho de Cooperação do Golfo, que reúne os aliados regionais de Washington, descreveu os ataques de Israel como 'bárbaros'.

Além de discutir a situação na Faixa de Gaza, a expectativa é que os líderes do Golfo, que se encontram na segunda-feira, aprovem o pacto que aproxima mais os países de uma moeda única. Os países têm ainda de acordar onde ficará o banco central unificado.

- Não acho que a pauta vai ser adiada - afirmou à Reuters Abdulmalik al-Hinai, do Ministério da Economia. O Conselho de Cooperação do Golfo é uma aliança política e econômica de seis países produtores de petróleo do Golfo Pérsico, Emirados Árabes, Omã, Catar, Barein, Kuweit e Arábia Saudita.