Vazamento de gás em siderúrgica na China mata 17

REUTERS

PEQUIM - Um vazamento de gás em uma siderúrgica no norte da China matou 17 trabalhadores nesta quarta-feira. Outras 27 pessoas foram hospitalizadas, segundo a imprensa estatal. Acredita-se que eles foram intoxicadas por monóxido de carbono após a explosão de uma caldeira na unidade em Zunhua City, cerca de 150 quilômetros ao leste de Pequim, informou a agência de notícias estatal Xinhua

Os feridos que permanecem hospitalizados estão em condições estáveis. Autoridades locais ordenaram que a companhia, Ganglu Iron and Steel Co. Ltd., interrompesse a produção. A Ganglu, com 7.000 funcionários, produz anualmente 3 milhões de toneladas de produtos de aço, segundo a Xinhua.