Índia não tem dúvidas de que os autores dos ataques são do Paquistão

Agência AFP

NOVA DÉLHI - O ministro das Relações Exteriores da Índia, Pranab Mukherjee, disse nesta quarta-feira que não "há nenhuma dúvida" de que os autores dos ataques em Mumbai saíram do Paquistão e foram coordenados de lá.

Em entrevista à imprensa após reunião com a secretária de Estado americana, Condoleezza Rice, o ministro disse ter-lhe comunicado "de que não existe nenhuma dúvida de que os terroristas saíram do Paquistão e de que foram controlados por chefes no Paquistão".

A Índia e os EUA já haviam acusado um grupo de islamita ilegal do Paquistão, o Laskhar-e-Taiba, dos atentados que mataram 188 pessoas e deixaram 300 feridos.Rice chegou quarta-feira a Nova Délhi, onde pediu ao Paquistão que coopere "plenamente e com transparência" para esclarecer os ataques. Quinta-feira, ela viajará para Islamabad, onde, segundo ela, vai transmitir esta mensagem às autoridades.

- A Índia quer deter e julgar os terroristas e as organizações que cometeram estes atentados. Esperamos que todos os governos amigos e a comunidade internacional garantam que isto vai acontecer - disse o ministro indiano.