EUA: Paulson quer dar continuidade a diálogo econômico com a China

Agência AFP

WASHINGTON - O secretário do Tesuoro dos Estados Unidos, Henry Paulson, considerou nesta terça-feira que as conversações diretas entre Washington e Pequim sobre a economia, iniciadas em 2006, deram resultado. Ele espera que tenham prosseguimento durante o futuro governo de Barack Obama.

- Estes primeiros anos de diálogo econômico estratégico mostraram que as conversações diretas dão resultado - declarou Paulson em discurso sobre as relações econômicas sino-americanas pronunciado em Washington.

- Isto melhorou as relações entre nossos dois países de maneira que podemos, agora, tratar eficazmente questões complexas, como a da crise financeira recente - acrescentou Paulson, que estará na China nesta quinta e na sexta-feira para a última sessão do "diálogo econômico e estratégico" sino-americano sob a presidência de George W. Bush.

As discussões diretas em nível ministerial entre Estados Unidos e China sobre diversos assuntos econômicos foram lançadas no final de 2006. Paulson foi a principal figura do lado americano.