Irã testa novo míssil terra-terra, dizem TVs oficiais

REUTERS

TEERÃ - O Irã testou um míssil terra-terra de uma nova geração, afirmaram meios de comunicação oficiais do país na quarta-feira, e o presidente iraniano voltou a dizer que a República Islâmica vai esmagar qualquer potência que agir contra ela.

As Forças Armadas iranianas realizaram vários exercícios nos últimos meses, período durante o qual houve especulação sobre a possibilidade de os norte-americanos ou os israelenses atacarem a República Islâmica devido a seu polêmico programa nuclear.

O ministro da Defesa do Irã, Mostafa Mohammad Najjar, disse que o míssil, fabricado no Irã e chamado Sejil, tem 'capacidades extremamente altas' e alcance de 2 mil quilômetros. Segundo ele, o míssil foi fabricado com pretensões meramente defensivas.

- Esse teste de míssil está dentro da estrutura de dourtrina de disuassão do Irã - disse o ministro segundo a agência de notícias IRNA. De acordo com o ministro, o teste não tem relação com eventos internacionais recentes.

A emissora iraniana Press TV, que realiza suas transmissões em inglês, disse que o míssil é de um tipo que usa combustível sólido misto e mostra a capacidade do Irã de 'defender seu solo'.

Imagens da emissora mostraram a míssil saindo de uma plataforma deixando para traz um longo rastro de fumaça.O teste acontece um dia depois de a Guarda Revolucionária, segundo reportagens, haver testado um novo míssil, chamado Samen, perto da fronteira com o Iraque.

- Eles fazem isso (testes com mísseis) o tempo todo. É o machismo iraniano - disse Tim Ripley, analista da publicação especializada Jane's Defence Weekly.

Os EUA e seus aliados do Ocidente suspeitam que o Irã esteja tentando desenvolver armas nucleares, uma acusação negada pelo governo iraniano.

O Irã prometeu responder a quaisquer ataques a seu território investindo contra alvos norte-americanos e israelenses, bem como fechando o estreito de Ormuz, importante rota de passagem de carregamentos de petróleo.