Reféns seqüestrados por grupo rebelde camaronês são libertados

Agência AFP

PARIS - Os dez reféns (sete deles franceses), seqüestrados no final de outubro por um grupo rebelde camaronês quando abasteciam uma plataforma de petróleo a bordo de uma embarcação na península de Bakassi, foram liberados nesta terça-feira, anunciou o ministro francês das Relações Exteriores, Bernard Kouchner.

- Expresso minha satisfação e meu alívio com a libertação dos dez marinheiros da empresa Bourbon (sete cidadãos franceses, dois camaroneses e um tunisiano) seqüestrados em 31 de outubro na costa da península de Bakassi, no Camarões, declarou Kouchner.

O chanceler francês expressou "sua gratidão" às autoridades camaronesas e saudou as autoridades nigerianas.

Os dez marinheiros foram seqüestrados na madrugada de 31 de outubro na costa da península de Bakassi, cujas águas são potencialmente ricas em petróleo e gás, quando trabalhavam a bordo de um navio do grupo francês Bourbon.