Ex-presidente de Taiwan é detido por corrupção

Portal Terra

TAIWAN - O ex-presidente taiuanês Chen Shui-bian, do independentista Partido Democrata Progressista (PDP), foi detido nesta terça-feira por agentes da Promotoria Anticorrupção e posto à disposição judicial após ser acusação de corrupção e lavagem de dinheiro.

A detenção, anunciada pela Promotoria, acontece depois de mais de seis horas de interrogatório e com um dispositivo de segurança de mais de 3 mil policiais para controlar possíveis distúrbios.

O porta-voz da Promotoria, Chen Yun-nan, apresentou como razões para a detenção de Chen e o pedido de encarceramento "a existência de suficientes provas" de sua participação em atos de corrupção, enriquecimento ilícito e lavagem de dinheiro, e disse que pretendia evitar que ele conspirasse com outros acusados para ocultar provas.

Em um emocionado discurso antes do interrogatório, Chen atribuiu a motivos meramente políticos sua possível detenção e disse se tratar de uma intervenção direta do presidente Ma Ying-jeou para apaziguar a ira da liderança chinesa contra sua postura independentista.