Representantes espanhóis condenam atentado terrorista

Agência Brasil

SAN SALVADOR - O rei Juan Carlos e o presidente do governo espanhol, José Luis Zapatero, condenaram na última quinta-feira o atentado terrorista que vitimou 17 pessoas em uma universidade da Espanha.

Em discursos durante a 1ª reunião da Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado, eles lamentaram o atentado e disseram que farão todo o esforço para que outros fatos como esse não ocorram.

- Lamento o que o meu país está passando hoje, que considero absolutamente condenável. Não podemos admitir esse tipo de situação nos dias de hoje - disse Juan Carlos.

O estado de direito haverá de acabar com essa situação. Assim como os dois, vários mandatários manifestaram repulsa à atitude dos terroristas. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva abriu seu discurso na cúpula citando o atentado.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais