CIA sabia de incursão colombiana contra as Farc, diz Equador

REUTERS

QUITO - O Equador disse na quinta-feira que a CIA soube antecipadamente da incursão militar do exército colombiano em seu território para destruir um acampamento das Farc em março.

O ministro da Defesa, Javier Ponce, assinalou que a CIA soube antes do que o governo equatoriano da ação militar colombiana por meio de uma informação remetida por membros infiltrados nos sistemas de inteligência das Forças Armadas do Equador.

- A CIA tinha pleno conhecimento do que estava ocorrendo em Angostura (na fronteira com a Colômbia), disse Ponce, citando um informe de uma comissão integrada pelo presidente Rafael Correa para investigar os laços dos militares equatorianos com a CIA.

A incursão militar desatou uma crise diplomática entre Equador e Bogotá, que levou os dois países a romperem seus vínculos formais.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais