Alemão é detido por " vender " prédio da ONU

JB Online

RIO - Segundo a EFE, um alemão foi detido pela polícia da Itália por diversas fraudes, como tentar vender a sede da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO) e a embaixada que os Estados Unidos têm em Roma.

A detenção foi noticiada neste domingo pela imprensa italiana, que diz que Wolfang Kroll, 57 anos, tinha uma ordem de captura internacional emitida pela Justiça alemã por fraude e uso de documentos falsos.

No momento em que o alemão foi preso, a polícia descobriu que o golpista havia acabado de vender dois grandes shoppings na Itália a uma corretora imobiliária com sede em Mônaco, embora os dois empreendimentos pelos quais Kroll havia recebido um adiantamento de 650 mil euros, não estão à venda.

O golpista se fazia passar por um emissário do Ministério do Interior italiano encarregado da venda dessas duas propriedades e apresentava às vítimas documentos falsos.