Ministro propõe anular a norma 'salva premier'

Agência ANSA

ITÁLIA - O ministro italiano da Simplificação, Roberto Calderoli, quer colocar um fim no clima de disputa entre governo e oposição e propôs hoje substituir no decreto de segurança a chamada norma "salva premier", que suspende durante os processos durante o mandato nos quatro mais altos cargos do Estado.

- Basta com esse clima de choque que não favorece ninguém, sobre tudo ao país. Nossa preocupação é realizar as reformas e recuperar o poder de compra das famílias, para que possam ficar tranqüilas no final do mês", destcacou.

A solução, segundo o ministro da Liga Norte, partido cujo presidente é Umberto Bossi, é aprovar imediatamente o decreto que "concede uma espécie de anistia ao chefe de Estado, ao premier e aos presidentes das câmaras e eliminar a norma 'suspende processos'".

Esta norma desencadeou na Itália uma dura polêmica, porque também bloquearia um processo pendente em Milão contra o primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais