Ex-reféns americanos estão bem, diz Exército dos EUA

Agência AFP

WASHINGTON - Os três reféns americanos resgatados na quarta-feira pelo Exército colombiano, após mais de cinco anos em cativeiro pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), estão bem, informou o Exército dos EUA nesta quinta.

- Estão em boas e sólidas condições físicas - declarou o coronel Jackie Hayes. - Estão com o moral elevado e continuarão a ser submetidos a outros exames médicos - acrescentou.

O avião que transportou os três americanos libertados pousou na madrugada desta quinta-feira em San Antonio, Texas (sul), segundo as imagens divulgadas pelas televisões americanas.

O aparelho, um C-17, pousou na pista do aeroporto militar de Lakland, perto de San Antonio, à 00h15, hora local (04h15 GMT).

Marc Gonsalves, Thomas Howes e Keith Stansell que faziam parte de um grupo de 15 reféns da guerrilha das Farc, libertados por uma operação do exército colombiano, foram levados de helicóptero a um centro médico do exército.

Suas famílias se alegraram com a libertação agradecendo calorosamente às autoridades colombianas. - Sempre nos perguntávamos se isso tudo iria terminar um dia. Mas o grande dia chegou, estamos reconhecidos - declarou à rede de televisão CNN Lauren Stansell, filha de Keith Stansell.

Um porta-voz das famílias, Stephen Donehoo, falou à AFP sobre "sua gratidão com os soldados e os serviços secretos colombianos que arriscaram as vidas nesta operação audaciosa".

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais