Porta-voz do Iraque pede ao papa que defenda os iraquianos

Agência ANSA

BAGDÁ - O porta-voz do governo iraquiano, Ali Aldabbagh, disse hoje que seu país gostaria que o papa defendesse todos os iraquianos.

- Gostaríamos que o papa, por quem sentimos um profundo respeito, defendesse todos os iraquianos ameaçados por grupos diabólicos que atuam contra a humanidade - disse Ali Aldabbagh.

Ali Aldabbagh fez esta declaração anunciando que o primeiro-ministro iraquiano, Nuri al Maliki, pediu uma audiência com Bento XVI.

- Não existem diferenças entre iraquianos muçulmanos e iraquianos cristãos. Esperamos do papa uma benção igual para todos os iraquianos - desejou Ali Aldabbagh.