Hillary diz que Bill Clinton está disposto a apoiar Obama

REUTERS

WASHINGTON - Hillary Clinton desmentiu nesta quarta-feira as suspeitas de que seu marido, o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, não esteja tão entusiasmado quanto ela para fazer campanha a favor do candidato democrata à Presidência, Barack Obama.

- Ele disse que vai fazer o que puder e tudo o que pedirem para ele fazer - disse Hillary, um dia depois do porta-voz de seu marido ter divulgado um comunicado de uma linha indicando o apoio de Bill Clinton a Obama, que enfrenta o republicano John McCain nas eleições de novembro.

O ex-presidente, que elogiou brevemente a política energética de Obama no fim de semana, ainda não disse em público se apóia o homem que derrotou sua mulher na disputa pela nomeação do partido.

Um representante da liderança democrata disse que o ex-presidente parece sentir mais dificuldade de aceitar a situação do que sua mulher.

- Mas ele vai chegar lá - disse o representante. - Ela está se recuperando rápido - afirmou.

Hillary reconheceu a derrota e declarou apoio a Obama no dia 7 de junho. Ela fará o primeiro evento de campanha junto com o senador por Illinois na sexta-feira, em New Hampshire.