Síria autoriza investigação nuclear da ONU

REUTERS

VIENA - A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA, um órgão das Nações Unidas) disse nesta segunda-feira que a Síria autorizará a entrada de inspetores para examinar as suspeitas de que o país mantém instalações nucleares secretas.

Damasco entrou para a lista de preocupações da AIEA depois que em abril os Estados Unidos revelaram suspeitas de que a Coréia do Norte teria ajudado os sírios a construírem um reator nuclear destruído em setembro de 2007 por Israel.

Mohamed El Baradei, diretor da AIEA, disse que seus principais assessores irão à Síria entre os dias 22 e 24 de junho. Há meses, diplomatas ocidentais acusam o governo sírio de dificultar o acesso dos investigadores.

A viagem deve incluir visitas dos inspetores à remota localidade de Al Kabir, onde ficava o suposto reator bombardeado por Israel, e dois ou três outros lugares, segundo fontes diplomáticas.