Presidente eleito do Paraguai promete mudar o país

Agência AFP

ASSUNÇÃO - O presidente eleito do Paraguai, Fernando Lugo, prometeu neste domingo, um país diferente, a partir de 15 de agosto, data em que assume a presidência da República.

- A partir de 15 de agosto, o Paraguai deixará de ser refúgio de ladrões, bandidos - disse Lugo aos jornalistas na localidade de San Pedro (norte), onde era bispo da Igreja Católica, antes de se lançar na política.

"Nosso país será de gente honesta e decente. Assim seremos respeitados - insistiu o chefe de Estado recém-eleito, depois de participar de um ofício religioso junto com seus seguidores e membros da comunidade eclesiástica para os quais oficiava a missa aos domingos.

Lugo passou o fim de semana em San Pedro, onde se reuniu com líderes rurais para conversar sobre projetos agrários do futuro governo, segundo seus porta-vozes. O ex-bispo ganhou as eleições gerais de 20 de abril, no Paraguai.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais