Forças iraquianas detêm mais de mil suspeitos da Al Qaeda

REUTERS

BAGDÁ - As forças iraquianas prenderam mais de mil suspeitos em uma ofensiva contra a Al Qaeda no norte do Iraque, disse o comandante militar da operação neste sábado.

O primeiro-ministro Nuri al-Maliki voltou a Bagdá hoje depois de passar vários dias na cidade de Mosul e na província de Nineveh supervisionando as operações.

Muitos homens do grupo islâmico sunita Al Qaeda se reagruparam em Nineveh depois que foram expulsos de outras áreas. As Forças Armadas dos Estados Unidos dizem que Mosul é a única área urbana sob o controle da Al Qaeda no Iraque.

O tenente-general Riyadh Jalal Tawfiq, comandante da ofensiva iraquiana que começou há uma semana, disse que 1.068 suspeitos foram detidos até agora.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais