Tremores secundários voltam a atingir sudoeste da China

Agência Brasil

BRASÍLIA - Novos tremores secundários foram registrados nesta sexta-feira próximo do epicentro do terremoto de 7,8 graus ocorrido no sudoeste da China na última segunda-feira.

A região de Sichuan, que já sofreu cerca de 120 tremores secundários que chegaram a 5,9 na Escala Ritchter, tem um prejuízo estimado em US$ 20 bilhões. As informações são da BBC Brasil.

Mas de 100 horas depois do terremoto, equipes de resgate encontraram três adultos e uma criança com vida no vilarejo de Beichuan. Segundo a BBC Brasil, policiais ouviram pessoas gritando por socorro próximo ao local e acreditam que ainda possam encontrar mais pessoas vivas.

Foram resgatados também dois adultos que estavam num prédio de escritórios e uma enfermeira de escombros de um hospital.

A China vai investigar se as mais de 6 mil escolas que desmoronaram com os terremotos foram construídas com má qualidade, o que teria facilitando o desabamento. As investigações começaram nesta sexta-feira.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais