Alan Garcia abre 2ª Cúpula América Latina-UE

Agência ANSA

LIMA - O presidente peruano, Alan García, defendeu nesta quinta-feira a liberdade democrática e política dos países, e disse que os poucos que ainda não conseguiram isso, devem seguir o caminho das eleições livres e da liberdade de imprensa, além de libertar os opositores que estão presos.

García fez esse pronunciamento na inauguração da 2ª Cúpula Empresarial de América Latina, Caribe e União Européia, que acontece em paralelo à 5ª Cúpula de Chefes de Estado e de Governo dos dois continentes.

- Mal podíamos começar uma reunião assim, dizendo que as exceções possam conviver conosco - destacou o mandatário.

O presidente peruano destacou que, "com sinceridade e franqueza", é preciso recordar o "povo que não entrou ainda no sistema de liberdades democráticas e no mercado mundial".

Esses países devem "seguir um caminho claro: o das eleições, da liberdade de imprensa e da liberdade dos que sofrem marginalização pelas suas idéias ou sua posição", enfatizou García em seu discurso.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais