Premier da Turquia formará novo partido se AKP fechar

REUTERS

ISTAMBUL - O primeiro-ministro da Turquia, Tayyp Erdogan, formará um novo partido se seu partido AK for fechado por fechado pelo Tribunal Constitucional por atividades islâmicas, informou nesta segunda-feira a mídia local.

Na semana passada o Partido AK submeteu sua defesa preliminar no caso controverso, sob o qual um promotor também pretende afastar por cinco anos 71 políticos do partido, incluindo Erdogan. A conclusão do caso agitou o mercado financeiro turco.

A emissora Kanal D disse em seu site que os preparativos para a criação de um novo partido estão compleatas. Erdogan revelou a informação durante um jantar com um pequeno grupo de jornalistas na noite de sábado.

Funcionários do escritório do primeiro-ministro não estavam disponíveis para comentar o assunto.