Já são mais de 4000 as crianças com febre aftosa humana na China

JB Online

RIO - A província de Anhui, na China oriental, convive com um surto de febre aftosa humana que está atingindo as crianças. Os registros apontam 4529 casos com 22 mortes em Anhui e duas mortes confirmadas pela doença em Cantão, ao sul do país.

Os doentes se concentram principalmente na cidade de Fuyang, província de Anhui, que apresentou 3736 dos 4529 casos registrados até a noite de sábado, 3 de maio. Foram observados casos da infecção em quinze cidades da província. Nas últimas horas começaram a ser reportados casos registrados em outras províncias neste ano, como Hubei, que teve 340 casos confirmados em 2008.

A doença se deve a infecção pelo enterovírus 71 e pode se propagar rapidamente. Não tem nenhuma relação com a doença homônima que pode acometer o gado bovino, suíno e ovino.

Em humanos, a febre aftosa atinge principalmente as crianças com menos de 10 anos e se caracteriza pelas manifestações de febre, estomatites (aftas) na região da boca e erupção do tipo brotoeja nas extremidades (mãos e pés). Pode complicar com meningite, encefalite, paralisia e edema pulmonar, chegando ao óbito.

O Ministério da Saúde chinês fez um comunicado nacional de alerta, com orientações para frear o crescimento do número de casos e a propagação da doença para outras regiões do país. Enviou vários especialistas para a província de Anhui, onde as autoridades locais já oficializaram o grau de emergência 2, que prevê a colocação de doentes em quarentena e o controle do trânsito de pessoas.

O governo teme um possível crescimento ainda maior do número de casos, uma vez que os meses de junho e julho naturalmente registram uma incidência mais alta da doença, mesmo em períodos de normalidade.

Com notícias de agências internacionais