Irã manterá programa nuclear apesar de ameaças, afirma Khamenei

Agência AFP

TEERÃ - O Irã continuará com seu programa nuclear apesar das ameaças das grandes potências, declarou neste domingo o líder supremo iraniano, o aiatolá Ali Khamenei, sem, no entanto, responder diretamente à proposta por elas apresentada com o intuito de encontrar uma solução para a crise iraniana.

- Já não se provou como é o povo iraniano? Prosseguiremos com determinação em nosso caminho e não permitiremos que as potências opressoras pisoteiem nossos direitos - declarou Khamenei em um discurso na província de Fars (sul), segundo a rádio estatal.

- A ameaça não fará o povo iraniano retroceder - afirmou.

Os ministros das Relações Exteriores de Estados Unidos, Rússia, China, Grã-Bretanha, França e Alemanha decidiram, em uma reunião na sexta-feira, apresentar uma nova oferta ao Irã para tentar convencer o país a abandonar seu programa de enriquecimento de urânio.

As seis grandes potências propuseram a Teerã que suspenda o enriquecimento de urânio durante o período de negociações, explicou no sábado o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov.