TV divulga vídeo de seqüestrador austríaco na Tailândia

Agência ANSA

VIENA - Um vídeo divulgado nesta quarta-feira pela emissora de televisão austríaca ORF mostra Josef Fritzl, o homem que seqüestrou, violentou e manteve presa durante 24 anos a própria filha, durante uma viagem na Tailândia.

O vídeo, onde é possível ver o homem em uma praia e em um bar, prova que Fritzl se ausentava, inclusive por grandes períodos de tempo, enquanto sua filha Elizabeth e alguns dos filhos dos dois permaneciam trancados em um porão, sem contato com o mundo exterior.

Segundo disseram os investigadores em uma coletiva de imprensa transmitida ao vivo pela ORF, no porão-prisão havia uma geladeira e um freezer, que permitiam aos cativos sobreviverem com comida para algumas semanas na ausência de Fritzl.

As investigações também mostram que os eletrodomésticos em teoria podiam ter sido levados ao porão por apenas um homem.

- Ainda estamos convencidos de que Fritzl trabalhava sozinho e não tinha cúmplices, no entanto, não podemos garantir 100% - disse o chefe da polícia criminal da região de Baixa Áustria, Franz Polzer.