Nova York se prepara e se blinda para receber Bento XVI

Agência EFE

NOVA YORK - A cidade de Nova York se prepara para receber nesta sexta-feira Bento XVI, que cruzará com o papamóvel uma das principais vias da metrópole, a Quinta Avenida, em meio a um grande esquema de segurança.

O papa, que chega à Grande Maçã na sexta-feira e permanecerá na cidade até domingo, estará protegido por centenas de agentes do Departamento de Polícia de Nova York, do Serviço Secreto dos Estados Unidos e do FBI (polícia federal americana), além de equipes antiterrorismo, da segurança do Vaticano e das Nações Unidas.

Segundo autoridades locais e federais, vários helicópteros devem vigiar os lugares pelos quais o pontífice passará nos próximos dias, entre eles o 'Marco Zero' - antigo local das torres gêmeas do World Trade Center.

A catedral de Saint Patrick e o estádio do time de beisebol New York Yankees, onde o papa rezará missas, também são alvos de intenso policiamento.

O chefe da Polícia de Nova York, Raymond Kelly, prepara desde outubro a visita papal, que inclui uma ida a uma sinagoga de Manhattan fora da agenda oficial.

Kelly também disse que o rio East será monitorado e que haverá franco-atiradores localizados no topo dos principais edifícios da cidade.

Recebido nos EUA em sua dupla condição de líder religioso e chefe de Estado do Vaticano, Bento XVI ficará hospedado em Nova York na residência do núncio perante a ONU, Celestino Migliore, que também fica no centro da cidade e já está sendo vigiada há dias.

Além disso, o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, previu o fechamento de ruas próximas à sede da ONU, primeira parada do papa na cidade, onde este se reunirá com o secretário-geral da entidade, Ban Ki-moon, e participará de outros eventos.

Também serão fechadas ao tráfego as ruas em torno de outros lugares que o pontífice visitará, como a sinagoga de Park East e a igreja de Saint Joseph, ainda na sexta-feira.

A arquidiocese de Nova York

distribuiu cinco mil ingressos entre os fiéis católicos que estarão na catedral de Saint Patrick no sábado para saudar o papa, a quem também poderão ver nos telões instalados do lado de fora da igreja.

Outros três mil católicos estarão no interior do templo, disse hoje à Agência Efe o reitor da catedral, monsenhor Robert Ritchie, acrescentando que a presença de fiéis e turistas aumentou nos últimos dias.

O 'Marco Zero' e a região do estádio dos Yankees estão há vários dias sob proteção policial, à espera de que Bento XVI chegue aos locais no domingo, ao fim de sua visita de seis dias aos EUA.

Detectores de metais foram instalados nas entradas do estádio dos Yankees, que tem capacidade para 57 mil pessoas, centenas das quais serão policiais, muitos deles à paisana.

As autoridades proibiram que vendedores ambulantes comercializem lembranças desta primeira visita de Bento XVI aos EUA como papa. Só serão permitidas compras nos postos de venda oficiais, onde existem camisetas, mochilas, crucifixos e rosários.