Índia: 47 são detidos por protestar em frente à Embaixada da China

Agência EFE

NOVA DÉLHI - A Polícia indiana deteve nesta quarta-feira 47 pessoas, entre elas 16 mulheres, durante um protesto em favor da causa tibetana, em frente à Embaixada da China em Nova Délhi, informou uma fonte oficial. Segundo a fonte, os manifestantes gritavam palavras de ordem contra as autoridades de Pequim às portas do prédio que abriga a sede da legação diplomática chinesa na região de Chanakyapuri, onde também se encontra a embaixada dos Estados Unidos.

No entanto, um agente da Polícia citado pela agência 'PTI' assegurou que os manifestantes tentaram romper o cordão de segurança da Embaixada e enfrentaram as forças policiais, o que teria aumentado o número de detidos para 60. As detenções ocorreram poucas horas antes da chegada da tocha olímpica a Nova Délhi, procedente de Islamabad. As autoridades indianas anunciaram que desdobrarão um grande dispositivo de segurança, comparável ao dos festejos do dia nacional da Índia, para garantir que o revezamento aconteça sem incidentes.