Hillary está à frente de Obama na Pensilvânia, diz pesquisa

REUTERS

WASHINGTON - Hillary Clinton, que disputa a indicação do Partido Democrata para as eleições presidenciais dos EUA, mantém uma liderança de 9 pontos percentuais sobre seu adversário direto, Barack Obama, entre os eleitores das prévias marcadas para acontecerem no dia 22 de abril no Estado da Pensilvânia, segundo uma pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

Hillary, a senadora pelo Estado de Nova York que pode se transformar na primeira mulher presidente dos Estados Unidos, aparece à frente de Obama com 50% das intenções de voto contra 41%, afirmou a pesquisa da Universidade Quinnipiac.

A pré-candidata também se sairia melhor do que o candidato republicano, John McCain, na Pensilvânia, na Flórida e em Ohio, todos Estados considerados fundamentais no pleito nacional.

Na Flórida, McCain aparece dois pontos percentuais atrás de Hillary (que possui 44% das intenções de voto), mas ficou à frente de Obama (com 46% contra 37%), afirmou a pesquisa.

- A diferença entre Hillary e Obama na Flórida dá-se entre os eleitores brancos - afirmou Peter Brown, do Instituto de Pesquisa da Universidade Quinnipiac.

Em Ohio, a senadora ficou com 48% das intenções de voto, contra 39% para McCain, após vários meses de resultados quase empatados, disse a pesquisa. No caso de uma disputa entre Obama, que pode se transformar no primeiro presidente negro dos EUA, e McCain, o democrata ficou com 43% das intenções, contra 42% para o republicano.

Na Pensilvânia, Hillary está à frente de McCain com 48% contra 40%. Já Obama ficou à frente do adversário com 43% contra 39%.

Entre os democratas da Pensilvânia, a senadora possui uma vantagem de 54% contra 37% entre as mulheres e empata com Obama entre os homens, grupo no qual os dois registraram 46% de apoio.