Filho de Betancourt diz que ela pode morrer em horas

Agência EFE

PARIS - O filho de Ingrid Betancourt, Lorenzo Delloye, lançou nesta quarta-feira seu 'último pedido' às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e ao presidente Álvaro Uribe para que possibilitem a libertação de sua mãe, cuja morte é 'uma questão de horas'.

-Na selva colombiana, uma mulher, minha mãe, se dirige rumo à morte. Ela sofre de hepatite B e leishmaniose, e precisa de uma transfusão sanguínea nas próximas horas para viver - afirmou o jovem em Paris.