Agricultores da Argentina anunciam suspensão da greve por um mês

Agência EFE

BUENOS AIRES - As quatro entidades que representam os produtores agropecuários da Argentina anunciaram hoje a suspensão por 30 dias da greve comercial e dos bloqueios de estradas iniciados há três semanas em protesto contra os impostos às exportações de grãos.

As cúpulas da Federação Agrária Argentina (FAA), das Confederações Rurais Argentinas (CRA), da Sociedade Rural Argentina (SRA) e da Confederação Intercooperativa Agropecuária (Coninagro) decidiram levantar a paralisação para buscar um acordo com o Governo.

A suspensão da greve, iniciada em 13 de março, foi anunciada pelos dirigentes rurais em um ato convocado pelos agricultores na cidade de Gualeguaychú (270 quilômetros ao norte de Buenos Aires), epicentro dos maiores protestos contra a política agropecuária do Governo da presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner.