McCain acusa Obama de não conhecer as questões de segurança nacional

Agência AFP

WASHINGTON - O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, que já afirmou que a guerra do Iraque pode durar 100 anos, acusou o democrata Barack Obama de não conhecer a segurança nacional e de uma incompreensão "fundamental" da História.

- Ele não compreende os elementos fundamentais da segurança nacional e da guerra - declarou McCain aos jornalistas a bordo do avião que o levava para Washington na noite de segunda-feira.

- Isso demonstra uma incompreensão fundamental da História e da forma como mantivemos a segurança nacional, e o que se tem que fazer no futuro para preservar a nossa segurança nacional em relação ao grande desafio do extremismo islâmico radical. Mas eu compreendo porque ele não tem nenhuma experiência - acrescentou McCain, citado pela rede de televisão Fox.

- Ou não leu, ou não compreende a história das guerras deste país, a forma como mantemos alianças e a paz -disse o senador pelo Arizona.

McCain foi indagado sobre declarações dadas por ele, e freqüentemente citadas por Obama, onde teria apontado a possibilidade de deixar os militares americanos no Iraque por cem anos.

- John McCain disse que permaneceríamos o tempo que fosse necessário, nem que durasse 100 anos -repetiu Obama na segunda-feira.

- McCain está disposto a aprovar até 150 bilhões de dólares, ou mais, por ano, durante um tempo que só ele sabe. É algo que os Estados Unidos não podem permitir, e acredito que isso vai ser um debate necessário na eleição geral, caso eu seja o candidato democrata - acrescentou Obama.