Vinte corpos são tirados dos escombros de prédio que caiu em Angola

Agência EFE

LUANDA, ANGOLA - O número de corpos resgatados dos escombros do prédio da Direção Nacional de Investigação Criminal de Angola em Luanda, que desmoronou no último sábado, subiu para 20. As informações são da 'Rádio Nacional de Angola'.

Entre os corpos resgatados nas últimas horas estão os de dez mulheres que estavam detidas, assim como o de um menor que acompanhava uma delas.

O desmoronamento da sede policial, um prédio de sete andares que fica no bairro de Rangel, aconteceu na madrugada do sábado, com 181 pessoas em seu interior, incluindo funcionários policiais e detidos.

As equipes conseguiram tirar com vida uma centena de pessoas, que foram enviadas em sua maioria a hospitais próximos, mas ainda trabalha nos escombros para achar o resto dos que foram atingidos.

O presidente angolano, José Eduardo dos Santos, criou uma comissão de investigação para conhecer as causas da queda e as autoridades pediram o esvaziamento dos edifícios próximos diante dos riscos de mais desmoronamentos.