Soldados mortos em explosão no Afeganistão eram britânico

JB Online

LONDRES - Dois soldados britânicos morreram em uma explosão enquanto patrulhavam no sul do Afeganistão, confirmou nesta segunda-feira (31) o Ministério da Defesa do Reino Unido.

A Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) tinha informado antes da morte de dois soldados sem dizer sua nacionalidade, à espera de que a autoridade correspondente o fizesse.

Os soldados, do Comando 40 dos Royal Marines, perderam a vida no domingo perto da localidade de Kajaki, na província de Helmand (sul afegão), acrescentou a fonte.

Os dois militares, cujas identidades não foram divulgadas, foram atendidos no local antes de serem levados ao hospital da base britânica de Camp Bastion, em Helmand, mas os esforços foram infrutíferos, segundo a Defesa.

Um porta-voz do Ministério disse que os parentes dos soldados já foram informados.

No sul do Afeganistão há cerca de 12.000 soldados da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), sobretudo americanos, britânicos, holandeses e canadenses.