Exército americano mata 12 que atacaram uma de suas patrulhas

JB Online

BAGDÁ - O Exército americano matou 12 supostos "criminosos' depois de um ataque deles com tiros e bazucas no norte de Bagdá, anunciou nesta segunda-feira o comando militar dos EUA.

Segundo um comunicado divulgado nesta segunda-feira, uma patrulha da Infantaria sofreu o ataque de homens armados na madrugada de sábado para domingo, que foi repelido e após o qual começou uma perseguição.

Uma unidade de helicópteros americanos foi enviada ao local imediatamente para prestar apoio à patrulha, diz o comunicado.

Após identificar os supostos autores da agressão, os helicópteros mataram 12 pessoas.

- Fazemos grandes esforços por proteger o povo de Bagdá', disse o tenente-coronel Steve Stover, porta-voz da divisão.

- Só temos como objetivo os criminosos e a aqueles que atuam fora da lei. Seguiremos defendendo os cidadãos de Bagdá - acrescentou.

No entanto, o comunicado não identifica em nenhum momento os supostos agressores nem explica se a agressão está vinculada com os combates entre milicianos xiitas e as tropas iraquianas e americanas que acontecem desde a semana passada.