Bento XVI: Religiosos devem vigiar estilo de vida

Agência EFE

CIDADE DO VATICANO - O Papa Bento XVI pediu hoje aos religiosos que 'vigiem seu estilo de vida' diante de uma secularização que avança e 'que afeta também as comunidades de vida consagradas'. Diante deste 'avanço da secularização', Bento XVI pediu às ordens religiosas que 'vigiem suas formas e estilos de vida, que correm o perigo de enfraquecer o testemunho evangélico, tornar ineficaz a ação pastoral e frágil a resposta vocacional'.

O Papa deu essas declarações ao receber em audiência hoje os salesianos, que nestes dias reelegeram o mexicano Pascual Chávez Villanueva como reitor maior.

Bento XVI lembrou aos membros da ordem suas 'regras de vida', baseadas em um 'teor de vida austero, pobreza evangélica praticada de maneira coerente, o amor fiel à Igreja e generoso dom de si mesmos aos jovens, aos necessitados e aos desamparados'.

O Pontífice também afirmou que a Igreja está convocada, agora mais do que nunca, 'a anunciar o Evangelho e sua carga de esperança', diante de 'um período de grandes mudanças sociais, econômicas, políticas, de conflitos não resolvidos entre etnias e nações'.