Testemunhas relatam ida de Ingrid Betancourt a posto médico na selva

Agência EFE

BOGOTÁ - A ex-candidata presidencial Ingrid Betancourt foi levada em 21 de fevereiro a um posto médico em um povoado da região da selva do Guaviare, no sul da Colômbia, de acordo com testemunhas citadas hoje pela imprensa local.

As fontes, não identificadas por razões de segurança, indicaram ao diário 'El Tiempo' que o fato ocorreu em uma aldeia conhecida como 'El Capricho' e a pessoa que acreditam ser a ex-candidata estava coberta por uma capa de chuva verde, muito magra e pálida, mas foi reconhecida pelas testemunhas que já a viram muitas vezes pela televisão.

Betancourt foi seqüestrada em fevereiro do 2002 pelas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e segundo declarações feitas em final de 2007 e nas últimas semanas, se encontra em precário estado de saúde, o que gerou a mobilização de setores colombianos e internacionais para pedir sua libertação.

Os informantes acrescentaram que a ex-candidata ia em meio a dois guerrilheiros que 'a amparavam para que não caísse'.

- A mulher não falava, estava quase sem fôlego e respondia ao pessoal médico apenas movimentando a cabeça quando lhe perguntavam se lhe doía parte do estômago e esteve duas horas em uma maca enquanto lhe aplicaram soro e várias injeções - afirmaram, acrescentando que nesse tempo vários guerrilheiros vigiavam de fora.

O diagnóstico foi 'reservado' e aparentemente a dirigente política tinha hepatite B, leishmaniose e malária, acrescentaram.

Ainda segundo as mesmas fontes, os médicos pediram que levassem a paciente ao hospital San José do Guaviare, capital da região, mas os seqüestradores rejeitaram a recomendação.

Os fatos não foram revelados porque os habitantes da região mantêm um código de silêncio por medo de serem assassinados.

O jornal indicou que os habitantes da região de Capricho e outros povoados próximos se atemorizaram quando o Exército chegou para perguntar.

Por outro lado, os habitantes afirmaram que no dia 22 de março chegaram na região policiais para buscar Ingrid Betancourt.