Diretor da CIA afirma que Irã ainda tenta desenvolver armas nucleares

Agência AFP

WASHINGTON - O Irã continua tentando colocar em prática um programa de desenvolvimento de armamento nuclear, declarou neste domingo o diretor da CIA, Michael Hauden, sem questionar, no entanto, um relatório dos serviços de inteligência dos Estados Unidos cujo texto afirma que esses esforços foram interrompidos em 2003.

Perguntado pela rede de televisão NBC sobre se os iranianos tentavam desenvolver um programa nuclear, Hayden respondeu: "pessoalmente eu acredito nisso. É difícil de explicar".

- Por quê continuam produzindo material radioativo? (...). Quando você vê que tanto Estados Unidos quanto o Conselho de Segurança da ONU impõem sanções a um país, por quê isso aconteceria se eles não tivessem a intenção de desenvolver tecnologia de produção nuclear sem controle internacional? - indagou.

Um relatório dos serviços de inteligência americanos afirmou em dezembro do ano passado que Teerã já teve no passado um programa secreto para fabricar armas nucleares, mas que o projeto foi interrompido em 2003, contradizendo assim as insistentes acusações da administração Bush.